Agenda de Cursos

  • O Assédio Moral e Sexual nas Relações de Trabalho

    30 de Jan de 2017

    Segunda, 08h - 01 dia

    08:30 às 17:30

    + detalhes
  • Gestão e Fiscalização de Contratos Administrativos

    31 de Jan de 2017

    Terça, 08h - 01 dia

    08:30 às 17:30

    + detalhes
  • Elaboração de Projeto Básico, Memorial Descritivo e Termo de Referência

    09 de Fev de 2017

    Quinta, 08h - 01 dia

    08:30 às 17:30

    + detalhes
  • Pregão Presencial e Eletrônico: Capacitação Técnica do Pregoeiro

    15 de Fev de 2017

    Quarta, 08h - 01 dia

    08:30 às 17:30

    + detalhes
  • O Sistema de Registro de Preços

    09 de Mar de 2017

    Quinta, 08h - 01 dia

    08:30 às 17:30

    + detalhes
  • Formação de Gestores Públicos: Desenvolvimento de competências e capacitação para o mercado do trabalho

    11 de Mar de 2017...

    Sábados Quinzenais, 08h - 09 dias

    08:30 às 17:30

    + detalhes

Sobre o Instituto

O Instituto Brasileiro de Educação em Gestão Pública – IBEGESP é uma Associação Educacional e Científica, sem fins lucrativos, que foi instituída com o objetivo de disseminar as melhores práticas de Gestão Pública, por intermédio da Educação Continuada, e, com isso, promover a eficácia dos procedimentos internos e elevar o nível da prestação de serviços públicos aos cidadãos.

O IBEGESP entende que a capacitação – com qualidade e excelência – dos funcionários de órgãos públicos ou de empresas privadas que se relacionam com o governo, proporciona um trabalho mais eficiente e que resulta em um país melhor.

Buscar

Busca avançada

icon-titulo-lupa-busca

BUSCAR CURSOS

O IBEGESP é constituído por Centros de Estudos.

Cada Centro corresponde a um determinado processo ou atividade exercida dentro da Administração Pública.

Consulte os Centros de Estudos do IBEGESP e seus Cursos correspondentes.

cursos intensivos e in company

Cursos de curta duração com temas específicos, com o intuito de capacitar o profissional a atuar dentro das melhores práticas na área de Gestão Pública. Na modalidade In Company os temas podem ser personalizados.

Pós graduação e extensão

A Pós-Graduação em Administração Pública é destinada a profissionais de Ensino Superior Completo. Já a modalidade de Cursos Extensivos, capacita profissionais na área de Gestão, dentro do âmbito da Administração Pública.

Ensino a distância

Capacitação a distância, os melhores temas da área de Gestão Pública apresentados de forma interativa e participativa, opção que permite servidores de todo o país a se capacitar com excelência e comodidade.

consultoria

Visando auxiliar as organizações públicas e empresas privadas que se relacionam com o governo, no aprimoramento da gestão, na solução de problemas administrativos e no planejamento de ações estratégicas e operacionais.

notícias

TCU vai investigar aplicação de recursos públicos federais na saúde do Rio

Pedido foi feito por comissão da Câmara dos Deputados. Parlamentares suspeitam de mau uso do dinheiro

Pesquisa aponta retrocesso no aprendizado do ensino médio brasileiro

Rendimento escolar dos alunos cai em português e em matemática

Por falta de pagamento, Uerj adia reinício das aulas

Por falta de pagamento, a Uerj (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) decidiu suspender o reinício do segundo semestre de 2016, previsto para esta segunda-feira (16). Cerca de 9.000 alunos ficarão sem aula.

Limite para descontar despesa com educação do IR é julgado inconstitucional

Limitar as despesas com educação que podem ser deduzidas do Imposto de Renda é inconstitucional, pois são gastos que não representam acréscimo ao patrimônio e servem para garantir o desenvolvimento do cidadão. Assim entendeu o juiz federal Heraldo Garcia Vitta, da 21ª Vara Federal Cível de São Paulo, ao mandar a União permitir que filiados da Associação dos Procuradores do Estado deduzam integralmente despesas educacionais nas declarações de ajuste anual à Receita Federal.

Se necessário, estado pode suspender licitação para fazer contrato de emergência

Em caso de necessidade, os estados podem fazer uma contratação de emergência de qualquer tipo de serviço. Por isso, não há risco na suspensão de um processo de licitação sobre o qual paire alguma suspeita. Com esse entendimento, a presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministra Laurita Vaz, indeferiu pedido de suspensão de liminar feito pelo Rio Grande do Norte.

Brasil responderá por 35% dos novos desempregados do mundo em 2017, diz OIT

A Organização Internacional do Trabalho prevê que o mundo terá uma taxa de desemprego de 5,8% em 2017 — leve aumento frente aos 5,7% do ano passado. Serão 3,4 milhões de novos desempregados este ano globalmente — e o Brasil responderá por 35% deles, segundo levantamento.

Ser reprovado em uma vaga e aprovado em outra idêntica mostra discriminação

Ser reprovado em um concurso por conta do exame admissional, mas ser aprovado para função idêntica em outra instituição, mostra que houve discriminação no primeiro caso. Este é o entendimento do juiz federal Heraldo Garcia Vitta, da 21ª Vara Federal Cível em São Paulo, que condenou a Caixa Econômica Federal a pagar R$ 10 mil por danos materiais e R$ 15 mil por danos morais a um candidato aprovado no concurso de técnico bancário para as vagas de pessoas com deficiência, mas reprovado no exame admissional.

Metrô indenizará mulher de camelô morto no Natal ao defender travesti

O Metrô é responsável pelos atos que ocorrem em suas dependências. Assim entendeu o juiz André Augusto Salvador Bezerra, da 42ª Vara Cível da capital paulista, ao conceder liminar obrigando a Companhia do Metropolitano de São Paulo a pagar pensão mensal de R$ 2,2 mil à mulher do ambulante Luiz Carlos Ruas. Ele foi assassinado no Natal passado, dentro da estação D. Pedro II, ao proteger uma travesti de dois homens que tentavam agredi-la.

Senadores dobram gasto com funcionamento de gabinetes

Apesar de o Brasil enfrentar uma grave recessão, os senadores dobraram os gastos de seus gabinetes em Brasília com combustível, viagens, alimentação e Correios entre 2014 e 2016. Levantamento feito pela Casa a pedido da Folha revela um salto de R$ 2,4 milhões, em 2014 (em valores atuais), para R$ 4,8 milhões, em 2016.

Facebook vira zona de caça a caloteiros

É difícil encontrar quem não tenha visto nos jornais ou na televisão alguma reprodução das fotos da jornalista Claudia Cruz, a mulher do ex-deputado federal Eduardo Cunha, postadas no Facebook e que delatavam as viagens internacionais do casal, regadas a gastos milionários com o cartão de crédito, e que levaram procuradores da Lava Jato a associar as viagens a contas na Suíça. Por mais que pareçam ostentação, as “delações” espontâneas pelas redes sociais parecem ter virado febre e não se restringem ao mundo da política ou dos famosos. Elas têm sido um dos pontos de partida para investigadores privados correrem atrás do patrimônio oculto de caloteiros, que sumiram com seus bens para evitar pagar empréstimos que pegaram nos bancos.

Receba nossa newsletter

Share This